quinta-feira, julho 20, 2017

Audi Sport apresenta R8 e TT RS com opção de pacote Performance Parts, para customização


A divisão da Audi, a Audi Sport, está oferecendo na Europa itens especiais para suspensão, exterior e interior de R8 e TT. Chamados de Performance Parts, os kits ampliam o controle dinâmico a um nível totalmente novo para ambos os modelos. “Nossa experiência, acumulada durante anos de fabricação de carros esportivos, é incorporada a cada componente que oferecemos, além da expertise obtida em competições automobilísticas, que ainda é a melhor forma de teste para produção em larga escala”, disse Stephan Winkelmann, diretor Administrativo da Audi SportGmbH. Entre as novidades, a Audi Performance Parts oferece pastilhas de freio esportivas mais potentes e menos suscetíveis a desgaste (com placas de suporte feitas de titânio ultraleve no R8), discos de freio frontais de aço com vários parafusos de montagem (TTRS),  kits para refrigeração dos freios para a linha TT, suspensão com molas helicoidais de duas ou três vias e rodas pintadas de preto com aro de 20 polegadas que reduzem o peso em até 7,2Kg no TT e em até 8Kg no R8. Com tração quattro, a linha inclui uma barra de reforço com travessas no eixo traseiro e o consumidor ainda pode aumentar a velocidade máxima para 280km/h. Outra novidade oferecida é o Akrapovic d.d., silenciador sonoro e ultraleve feito de titânio, que inclui guarnições especiais para TT e R8. Para melhorar a aerodinâmica, a Audi oferece entradas de ar frontais, soleiras laterais e no difusor e melhoram substancialmente o downforce, no R8, a força é de 250kg a 330km/h, um aumento de mais de 100kg. Também há um separador e defletores de ar na parte frontal, assim como uma ampla asa traseira fixa. Um capô do motor com uma larga saída de ar também está disponível para o Audi TT. Todos os componentes são feitos de polímero reforçado com fibras de carbono (CFRP) para o R8 e para o TT eles são feitos de CFRP e plástico. No interior, destaque para volante esportivo com controles integrados revestidos em Alcântara. Especialmente para o TT existe a possibilidade de vir com barra de suporte transversal que substitui os assentos traseiros e reduz o peso em 20kg. A Audi deve oferecer primeiramente os kits na Alemanha.




Polestar deve desenvolver coupé híbrido de 600cv e deve usar como base o Coupe Concept da Volvo


A Polestar deve se tornar uma marca independente da linha Volvo, desenvolvendo automóveis elétricos sem manter o logotipo da marca sueca. E é praticamente isso que a marca deve fazer. Apostando em carros autônomos e elétricos, a Polestar já desenvolve seus primeiros automóveis. Pelo menos dois modelos elétricos foram confirmados para serem lançados, com plataforma da Volvo. No entanto, a empresa nórdica também teria liberdade para desenvolver sua própria base, conforme dito pela revista inglesa Autocar. Dentro desse pensamento mercadológico, a Polestar planeja desenvolver um coupé híbrido com potência de 600cv. Essa estratégia altera o que se sabia até o momento sobre a empresa, com foco apenas em carros elétricos. A Volvo revelou nos últimos anos que não lançaria mais coupés e conversíveis, apesar do conceito Coupe Concept, que ajudou a antecipar o design dos Volvo atuais. Esses modelos serviriam de base para os modelos da Polestar, assim como uma station shooting brake e versões XC dos mesmos. O primeiro elétrico da Polestar deve ser lançado em meados de 2020, logo após o primeiro modelo da montadora escandinava chegar ao mercado. Com essa filosofia, a Volvo se concentra no luxo, enquanto a Polestar estará totalmente focada na performance, mas ainda é cedo para dizer se ela será um futuro rival da Porsche ou se pretende largar na frente de possíveis marcas rivais nascidas nas divisões de desempenho de Audi, BMW e Mercedes.


Fonte: Autocar e Notícias Automotivas

Jaguar E-Pace deve ser produzido na Áustria, na fábrica de Graz, junto do irmão I-Pace


A Jaguar confirmou que a produção do seu mais novo modelo, o E-Pace, deve ficar concentrado na fábrica de Graz, na Áustria. Ele deve ser construído junto do irmão I-Pace, que estreia ainda este ano. A fábrica europeia trabalha com conjunto com a planta da JLR na China, em conjunto com a Chery. Na Áustria, o E-Pace não deve ser produzido "sozinho". A partir de 2018 a Jaguar também confirmou que em Magna Steyr, Graz, na Áustria, deve produzir o I-Pace. de início apenas a fábrica austríaca deve produzir o modelo para abastecer todo o mundo. Eventualmente alguma fábrica de menor capacidade deve produzir como tentativa de desafogar a linha de produção, como a fábrica de Itatiaia (RJ) e da Índia, onde a JLR possui fábricas. Apresentado no Reino Unido, o E-Pace conta com 4,40 metros de comprimento, 2,68 metros de entre-eixos, 1,65 metro de altura, 1,98 metro de largura e 577 litros de porta-malas. No seu design, o E-Pace conta com coeficiente aerodinâmico de 0,325Cx. Ele é desenvolvido sobre a mesma plataforma do Land Rover Discovery Sport e Range Rover Evoque. No design o E-Pace lembra bastante o F-Pace no design e conta com faróis em LED e a grade com quinas arredondadas, além do para-choque mais agressivo. As laterais, por sua vez, contam com formas musculosas como destaque. Por fim, a traseira traz lanternas espichadas e um suave caimento do teto, que dá ao vidro um formato mais inclinado. O modelo teve seu lançamento confirmado no Brasil em 2018.


Datsun Redi-GO ganha novo motor 1.0 12v a gasolina na Índia, de 68cv de potência, mesmo do nosso Renault Kwid


Apresentado em 2016 na Índia, o Regi-GO acaba de ganhar uma nova motorização na Índia. O hatch popular, vendido até então com motor 0.8 de 54cv, passa a contar Feito sobre a mesma plataforma do Renault Kwid, o Datsun Redi-GO conta com motor 1.0 12v a gasolina que desenvolve 68cv de potência. Além disso o hatch passa a ser equipado com travamento das portas a distância. No design, o Redi-GO conta com linhas simples, possui originalidade e mantém o face-family Yukan. Externamente, os destaques são as formas hexagonais, faróis com LEDs diurnos, lanternas verticais. Na cabine, o redi-GO possui um painel bem desenhado, saídas de ar circulares e painéis de porta com forração integral. Os tons claros ampliam a sensação de espaço e a Datsun ainda afirma que o modelo será referência no segmento em visibilidade e espaço para as pernas. Os bancos lembram muito o dos rivais Volkswagen up! e Fiat Mobi no Brasil, por exemplo. Na Índia, a Datsun aproveita o grande vão livre do solo para buscar um ar de aventura, sendo anunciado como um “crossover urbano”. Vale destacar que a Datsun é cotada para vir ao Brasil até 2020, como marca de populares, abaixo dos produtos da Nissan. O Redi-GO seria um modelo bastante interessante para um mercado que carece de novidades abaixo da faixa dos R$30.000.


Buick revela as primeiras imagens oficiais do Regal GS, que deve ser lançado em breve com mais de 300cv


Em teaser, a Buick revelou as duas primeiras imagens do novo Regal GS, que deve ser lançado em breve. Com design esportivo, a versão GS deve trazer aprimoramentos no visual e no acabamento interno, além de trazer um motor mais potente que combine com o design externo e interno. O modelo deve ser vendido na China, Estados Unidos e Europa e faz sua estreia oficial no segundo semestre de 2017. No design, o Regal GS deve se destacar por trazer para-choques mais agressivos, entradas de ar mais amplas, grade frontal com desenho exclusivo e o nome da versão estampado, rodas de liga-leve escurecidas, pinças de freio Brembo vermelhas e saias laterais. A traseira do carro não foi exibida, mas sabe-se que o carro terá ponteiras de escape trapezoidais como principal diferencial. No interior, destaque para o volante revestido em couro perfurado e base levemente achatada, acabamento dos bancos e apoios de braço com costura contrastante em vermelho, pedaleiras esportivas, detalhes de acabamento no painel imitando fibra de carbono, entre outros. Sob o capô, o Regal GS deve ser equipado com motor V6 com mais de 300cv de potência, enquanto na Europa ele deve ter motor de quatro cilindros com potência próxima ao do V6 norte-americano.


Além do Leaf, Nissan deve lançar mais dois elétricos na Europa até 2020, possivelmente um sedã e um SUV


A Nissan vem apostando cada vez mais em automóveis elétricos. Além do novo Leaf, que estreia em setembro, a Nissan confirmou que deve lançar mais dois modelos elétricos. A Nissan começa a caminhar para o início de sua eletrificação, tanto que em 2020 confirmou que será lançado mais dois elétricos e que devem responder por cerca de 20% de suas vendas na Europa. A informação foi dada pelo diretor da divisão de elétricos da Nissan na Europa, Gareth Dunsmore. "Até 2020, se as condições do mercado forem boas, estaremos vendendo mais de 20% do nosso volume total em veículos com emissão zero e isso só aumentará com o tempo", disse o executivo em entrevista à Reuters. O volume é grande para a Nissan e a marca sabe disso. Justamente se suas vendas se mantiverem como estão hoje na Europa, a marca confirma o volume de 140.000 unidades por ano. Para ajudar o Leaf na tarefa, Shiro Nakamura, chefe de design da Nissan por 17 anos (aposentado), confirmou em entrevista a revista Autocar que a Nissan já desenvolve mais dois modelos para serem lançados até 2020 e que essa expansão deve ser ainda maior entre 2020 a 2025, segundo CEO da Nissan, Hiroto Saikawa. As apostas recaem principalmente para um sedã e um SUV.


Terceiro Lynk&Co é confirmado, o 02, que será um utilitário esportivo focado para o público jovem


Depois de apresentar o utilitário esportivo 01 (modelo das fotos) e o sedã 03, a Lynk&Co confirmou que o seu terceiro automóvel deve se chamar 02 e será um novo utilitário esportivo. Dessa vez, o SUV deve ser focado no público jovem. Pertencente a Geely, a Lynk&Co não revelou maiores detalhes dos modelos, limitando a dizer que o modelo será menor que o 01. O 02 deve ser lançado dentro de dois anos, mas deve ser antecipado primeiramente por um conceito. É dentro de dois anos que a marca ainda planeja dar início a sua exploração de métodos de comercialização e uso de seus produtos. A empresa confirmou que está focada na assinatura para seus clientes, utilizando de planos semanais, mensais ou por km rodado. A marca aposta cada vez mais na conectividade, que será a identidade da marca. A segurança deve trazer sistemas usados pela Volvo, reforçando a imagem da marca para começar a vendê-la em mercados exigentes, tais como EUA e Europa.


Peugeot oferece câmbio automático grátis para 208 e 2008 durante todo o mês de julho no país


A Peugeot está oferecendo uma promoção para 208 e 2008 no mercado até o final deste mês de julho. Oferecendo tanto o hatch 208 como o utilitário esportivo compacto 2008 com câmbio automático grátis neste mês, a marca francesa visa aumentar as vendas e desovar os estoques dos modelos equipados com câmbio automático de 4 velocidades. Isso porque a Peugeot deve apresentar em breve o câmbio automático de 6 velocidades, mais moderno e que não exige tanto do motor. As versões Allure de 208 e 2008 com motor 1.6 16v FlexStart com câmbio manual ou câmbio automático estão sendo vendidos pelo mesmo preço. No caso do 208, as versões são vendidas por R$59.090, enquanto o preço de tabela da automática é de R$64.090, desconto de R$5.000. Vale destacar que o Allure manual é da motorização 1.2 PureTech, enquanto o automático conta com motor 1.6. No caso do 2008, a diferença é apenas no câmbio. O desconto é de R$4.600, de R$77.590 para R$72.990. “Oferecemos uma condição muito atraente aos consumidores que desejam um veículo diferenciado, que oferece a experiência única do inovador PEUGEOT i-Cockpit e a praticidade da caixa automática”, diz Antoine Gaston-Breton, diretor de Marketing da Peugeot do Brasil. “Com essa ação, reforçamos o nosso compromisso de encantar e conquistar novos clientes para a marca”, completa. Junto com a promoção do câmbio, a Peugeot oferece condições especiais de financiamento. Os modelos vendidos com desconto no câmbio automático pode ser financiados em todo o país com taxa zero em até 24 vezes. O novo câmbio automático de 6 velocidades recentemente teve detalhes vazados pelo InMetro. Segundo as medições, o 208 gasta mais na cidade que o antigo câmbio de 4 velocidades. O automático de 6 velocidades faz 7,7km/l com etanol e 11km/l com gasolina em percurso urbano, contra 8,1km/l e 11,7km/l da antiga AL4. Na estrada, em compensação, a Aisin entrega 9,3km/l (9,1km/l do AL4) com etanol e 13,2km/l (contra 13km/l) com gasolina. No 2008 os resultados foram melhores em praticamente todos os sentidos, perdendo apenas em consumo urbano com gasolina: 10,7km/l, contra 11km/l. Na estrada, faz 13km/l com este combustível, contra 12,2km/l da caixa de quatro marchas. Com etanol, os números são melhores tanto na cidade (7,5km/l, ante 7,4km/l) quanto na estrada (9,2km/l contra 8,6km/l). Isso mostra que a troca da PSA traz mais uma melhora dinâmica que eficiência energética.


Chery prorroga promoção do QQ Flex, com três primeiras revisões pagas pela própria marca


A Chery percebeu que a tática de lançar o QQ com preço de R$25.990 foi bastante lucrativa. E desde o lançamento do modelo Flex, a Chery vem vendendo o QQ com as três primeiras revisões gratuitas. A promoção foi extendida até dia 31 de julho e válida para todas as concessionárias em todo o Brasil. O QQ é vendido em três: Smile, Look e Act. Os preços são de R$25.990, R$29.990 e R$31.490. De entrada, o Smile oferece vidros elétricos dianteiros, rádio AM/FM com entrada USB, computador de bordo e abertura interna do porta-malas. O Look adiciona ar-condicionado, quatro alto-falantes, direção hidráulica, limpador e desembaçador traseiro, chave com comando remoto e rodas de liga-leve aro 14″. Por fim, o Act conta com vidros elétricos traseiros, sensor de estacionamento traseiro, luzes diurnas de segurança e ajuste elétrico dos retrovisores externos. Apresentado em março e com a Chery voltando a apostar em comerciais, o QQ passou a ser vendido com motor 1.0 12v Flex que desenvolve 75/74cv de potência com torque de 10,1/9,7kgfm de potência contra os 69cv e 9,5kgfm de torque, ou seja, um ganho de 5cv e 0,2kgfm com Gasolina, enquanto o motor com Etanol oferece 1cv a mais e 0,4kgfm em relação ao modelo a gasolina. O QQ foi o primeiro automóvel chinês a receber a nota AA do InMetro e selo Compet, como um dos mais econômicos do país. Com o motor de três cilindros, ele chega a velocidade máxima de 165km/h. Além disso, ganha uma versão pé-de-boi com foco na venda para frotistas. Desde abril o hatch começou a sua estratégia de crescimento. Passou de 84 em abril para 288 em maio e 419 unidades em junho. Essa estratégia ainda favorece a Chery, que volta a vender razoavelmente bem e pode entrar mais dinheiro no caixa, podendo investir ainda mais em propaganda e abrir novos pontos de venda.


quarta-feira, julho 19, 2017

Enquanto nova geração não vem, Nissan prepara novo face-lift para o March neste 2º semestre


Com estreia prevista para meados de 2019 no Brasil, a Nissan deve apresentar uma conhecida fórmula caseira para o March no Brasil: um face-lift a mais até sair de linha definitivamente. A última alteração visual fez sua estreia em 2014 e o hatch começa a envelhecer no nosso mercado de acordo com que novos hatchs são lançados. Isso fica claro nas suas vendas. O hatch japonês vendeu pouco mais de 1.000 unidades em junho. Para isso, deve ganhar um pequeno face-lift no segundo semestre deste ano, possivelmente no final de 2017, segundo o site G1. Ainda não se sabe o que deve mudar no hatch, mas sabe-se que sua motorização deve se manter inalterada. Possivelmente o March traga aos consumidores novo para-choque dianteiro e traseiro, com LEDs diurnos, e possivelmente mudanças sutis sejam vistas no seu interior. As últimas mudanças importantes foram em 2016 com o câmbio automático CVT e em 2015 com a estreia do motor 1.0 12v Flex. As versões mais básicas trazem ar-condicionado e direção elétrica de série na versão Conforto. Já a S adiciona travas, vidros e retrovisores elétricos, chave com telecomando. Já a versão SV, top de linha, adiciona Bluetooth, faróis auxiliares de neblina, aerofólio, volante com comandos do rádio e roda de liga leve de aro 15" polegadas.


Fonte: G1